Seu navegador tentou rodar um script com erro ou não há suporte para script cliente.
Detran RS
A A A
Publicação:

DetranRS e Setcergs lançam edição temática da certificação Transportadora da Vida

Programa chega a sua 13ª edição
Programa chega a sua 13ª edição - Foto: Divulgação_DetranRS

A partir desta próxima edição, o programa de qualificação Transportadora da Vida será temático, enfocando comportamentos de risco. Desta vez, as empresas deverão realizar ações para prevenir o excesso de velocidade entre os motoristas dos seus quadros e a comunidade do seu entorno. A novidade foi apresentada pelo Setcergs, sindicato das empresas transportadoras do Estado, e pelo DetranRS às empresas interessadas em participar da edição 2018/2019 da certificação e premiação. Também foram debatidos os aperfeiçoamentos que estão sendo acrescentados ao novo formato adotado no ano passado e demais alterações para esta 13ª edição do programa de qualificação empresarial e segurança no trânsito.

O evento ocorreu nesta segunda-feira (29) na sede do Setcergs. Na oportunidade, o diretor-geral do DetranRS, Paulo Roberto Kopschina, falou sobre o sucesso dessa parceria e sobre os investimentos que o DetranRS tem feito em prol da segurança no trânsito, notadamente em campanhas publicitárias, como a que tem foco no uso do celular ao volante e a que será lançada em breve, com o objetivo de prevenir acidentes nas estradas durante as férias de verão.

Representando o Setcergs, o gerente executivo Gilberto da Costa Rodrigues destacou a importância do engajamento das empresas transportadoras, que têm tido, através da premiação, a oportunidade de compartilhar suas melhores práticas voltadas à educação para o trânsito e à prevenção da acidentalidade.

Objetivos, ações, indicadores
O objetivo geral do programa é incentivar a criação de soluções inovadoras para reduzir os acidentes de trânsito. A equipe da Divisão de Educação para o Trânsito do DetranRS, porém, trouxe subsídios sobre o tema às empresas e detalhou os objetivos: a par de reduzir acidentes, desenvolver uma cultura de segurança no trânsito, assessorando as empresas quanto a questões técnicas, de gestão e de educação para o trânsito. São avaliadas ações referentes à tecnologia, educação e conscientização e treinamentos. A comissão julgadora é formada por profissionais da área de educação, segurança no trânsito e transportes, que avalia indicadores tais como idade média da frota da empresa e número de autuações de infrações, notadamente as referentes a excesso de velocidade, excesso de peso, evasão de balança e não apresentação do condutor infrator.

Excesso de velocidade
O primeiro tema escolhido decorre do fato de que foram cometidas no Rio Grande do Sul, somente no ano passado, quase um milhão e oitocentas mil infrações relativas ao excesso de velocidade. De acordo com o DetranRS, isso é muito preocupante, pois o excesso de velocidade não apenas é uma das principais causas dos acidentes, como também influencia em muito a gravidade desses acidentes, causando óbitos, sequelas e ferimentos sérios.

“De fato, quanto maior velocidade imprimimos ao nosso veículo, menor se torna o nosso campo visual (redução da visão periférica), maior se torna a distância que percorreremos antes de conseguir parar totalmente, e em curvas, maior se torna a possibilidade de sairmos para fora da estrada (força centrífuga)”, explica Valéria Pereira, do DetranRS. As alternativas propostas são o planejamento correto do tempo necessário para que cada viagem seja feita de forma segura, a reflexão sobre os riscos e as consequências, resultando em escolhas racionais e conscientes.

A nova edição da certificação e premiação Transportadora da Vida avaliará projetos realizados entre primeiro de maio de 2018 e 31 de março de 2019. Serão consideradas ações relativas à qualidade e gestão de pessoas, meio ambiente e segurança do trabalho, gestão operacional, treinamentos e ações de educação. As inscrições estão abertas neste link.

Compartilhe esta página:
Copiar
DETRAN-RS