Seu navegador tentou rodar um script com erro ou não há suporte para script cliente.
Detran RS
A A A
Publicação:

Vinte anos do Detran/RS em números

Número 20 formado pelos números que marcaram a história do Detran RS
Autarquia agregou funções em seus 20 anos de atuação

Neste mês de julho, o Detran/RS completa 20 anos de atividade no novo modelo de Autarquia estabelecido em 1996 e colocado em funcionamento um ano depois. Além da independência administrativa e financeira, o novo Detran/RS marcou o início de um novo paradigma, que estabeleceu uma relação próxima entre o Estado e entes privados. No novo modelo, a Autarquia concentra a gestão dos processos, utilizando largamente sistemas informatizados, e os credenciados realizam as ações diretas junto à população.

Toda essa atividade do Detran/RS se mede na casa de centenas de milhares, quando não de milhões de ações. Ao completar 20 anos de sua criação, a Autarquia gaúcha de trânsito dá conta de inúmeras atribuições, criadas ao longo do tempo pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran) e pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), ao passo que as atribuições iniciais registravam um crescimento vegetativo vertiginoso.

Alguns exemplos dos números registrados pelo Detran/RS em seus 20 primeiros anos de atuação:

 

·       Para dar conta de uma frota que evoluiu de 2,6 milhões de veículos em 1997 para 6,4 milhões em 2017, o Detran/RS emitiu, entre 2003 e 2017, quase 66 milhões documentos de veículos e realizou, entre 2002 e 2017, 20,6 milhões de vistorias de veículos. Para isso, conta hoje com 220 Centros de Registro de Veículos Automotores (CRVAs).

 

·       Quando falamos em habilitação de condutores, foram emitidos 18,1 milhões de documentos nestes 20 anos – cobrindo um universo de condutores que em 1998 era de 2,5 milhões de condutores e atualmente atinge 4,8 milhões. Hoje, há 268 Centros de Formação de Condutores (CFCs) atuando em todo o Estado.

 

·       Em relação a depósitos e remoção de veículos, o Detran/RS removeu, com guinchos, desde 1997, 2,1 milhões de veículos a depósito. Leiloou, em 1.425 arremates ocorridos desde 2007, um total de 74.177 lotes, que reuniram quase 170 mil veículos e sucatas. A Autarquia hoje trabalha com 166 Centros de Remoção e Depósito (CRDs).

 

·       A reciclagem de veículos e sucatas, atividade ecologicamente correta, permite limpar os depósitos de veículos, por colocar de volta no mercado materiais reutilizáveis, evitando assim mais extração de metais da natureza. Essa atividade do Detran/RS somou, desde 2009, mais de 16 mil toneladas de sucata, que deixaram de contaminar o solo e passaram a reintegrar o ciclo produtivo.

 

·       O Detran/RS atingiu, em pouco mais de dois anos, a marca de 5,8 milhões de peças cadastradas no seu sistema de desmanches, criado para colaborar com a redução de furtos e roubos de veículos no Estado, totalizando hoje 303 empresas – os Centros de Desmanche de Veículos (CDVs).

 

·       Entre práticos e teóricos, o Detran/RS aplicou, desde 1997, mais de 13 milhões de exames de habilitação. Desde 2009, os exames são aplicados por servidores do quadro da Autarquia, atualmente num total de 231, cumprindo rotas em todo o Estado.

 

•        Desde 2015, o Detran/RS doa a entidades assistenciais os documentos destinados a descarte, beneficiando comunidades cuja subsistência se baseia na reciclagem de resíduos. Foram doadas, em pouco mais de dois anos, quase 402 toneladas de papel, beneficiando a Associação dos Trabalhadores da Unidade de Triagem São Pedro, moradores da Vila São Pedro, internos do Hospital Psiquiátrico São Pedro, além da Associação dos Amigos do Arquivo Público do Estado do RS. Através do DMLU, também foram auxiliadas 11 associações cooperativas, e mais de 500 pessoas. A ação também impacta direta e positivamente no meio ambiente.

 

·       O atendimento ao cidadão é outro grande destaque do Detran/RS. Desde que o serviço foi implantado, em 2002, entre respostas a cidadãos realizadas por telefone, por e-mail, via site e diretamente nos balcões das unidades Tudo Fácil, foram mais de 22 milhões de atendimentos

 

·       Quanto à multiplicação dos conceitos de segurança trabalhados pela educação para o trânsito, o Detran/RS desenvolveu nos primeiros anos o MGTS, Movimento Gaúcho pelo Trânsito Seguro, com 13 unidades regionais. Mais tarde, foi a vez do Proget, o Programa Gaúcho de Educação para o Trânsito, com suas nove regionais e a disseminação do conhecimento através de escolas e municípios. Em 2007 se iniciaram os programas, cursos e ações para professores e agentes multiplicadores e, em 2010, com a Escola Pública de Trânsito, foram agregados os condutores profissionais. As atividades desenvolvidas desde 2010 atingiram aproximadamente 5.300 agentes multiplicadores. Considerando-se que se trata predominantemente de professores que têm o compromisso de dividir seu conhecimento com outros 30 professores cada um, estima-se um alcance de cerca de 159 mil professores – ou mais de quatro milhões de indivíduos, se considerada a média de 30 alunos por multiplicador.

 

Todas essas atribuições, que não apenas tornaram-se numericamente mais expressivas com o passar dos anos como vieram somar-se às funções iniciais da Autarquia, exigiram o incremento do número de servidores efetivos do quadro – de 92 em 1997 para 695 em 2017, que foram sendo agregados,através de concursos realizados nos anos de 1997, 2001, 2009 e 2013.

Compartilhe esta página:
Copiar
Comentários
DETRAN-RS